Os bibliotecários devem lutar contra as falsas notícias na internet

               Uma das coisas mais importantes que venho descobrindo nesse maravilhoso curso de Biblioteconomia é o nosso papel enquanto bibliotecário. Longe de ser um mero guardador e limpador de livros a pedir silêncio aos usuários de uma biblioteca, me percebo, enquanto estudante, trilhando um dos caminhos mais brilhante relacionado ao conhecimento, à guarda e recuperação da informação e um mediador entre as fontes de conhecimentos e os seus usuários. 
               O papel de facilitador do encontro entre a informação e quem precisa dela, no sentido de gerar o conhecimento para que o indivíduo amplie ainda mais os seus horizontes rumo ao desenvolvimento, faz me sentir o peso da responsabilidade e a grata satisfação de contribuir para o sucesso de quem busca a informação no seu aspecto mais puro.
               Quando usamos a internet para acessar essas fontes de informação, necessário é que tenhamos o máximo de cuidados para não levar informações falsas a quem precisa delas. Certamente que é uma luta desigual entre os bibliotecários e as notícias falsas on-line. Creio que pouco pode ser feito, mas talvez a solução não seja lutar diretamente contra elas e sim, treinar as pessoas a identificá-las.
               Você já se deu conta de quantas vezes recebeu mensagens de credibilidade duvidosa pelo WhatsApp a encorajar-nos a compartilhá-las com todos os nossos contatos? Quantas vezes temos entrado no Facebook e de repente, vemos uma história que nos parece tão incomum? Sem dúvida que na maioria dos casos o que nós estamos vendo são tipos de notícias passadas por pessoas totalmente desinformadas ou "espertinhos" utilizando uma rápida maneira de ganhar dinheiro ou tomar os nossos dados em um clique.
               Sobreviver neste mundo hiper-conectado requer que tenhamos uma forte atitude cética com a informação que vem e filtragem de habilidades e ferramentas de verificação à nossa disposição para navegar entre fraudes e manipulações.

                                                                                         Júlio Heber Camargo Silva
                                                                                 5º período de Biblioteconomia - UFG



Comentários